É preciso utilizar arte, a linguagem visual ética, como um meio de transformar o mundo.

Design pode ser uma importante ferramenta na luta pelas minorias.

Marcela Weigert é designer e acredita que é possível, pelo lúdico transformar. Por intermédio das cores e dos traços expressa a maneira de sentir a vida. Suas fontes de inspiração têm alicerce na igualdade social.

9 de julho de 2021

Mais de 10 anos na luta para registrar o Forró como patrimônio cultural brasileiro

A ideia de registrar o Forró, o verdadeiro de raiz, aquele pé-de-serra, como patrimônio imaterial brasileiro surgiu no nordeste, onde quase todas as festas vibram ao […]
13 de maio de 2021

Mais educação libertadora, menos escravidão contemporânea

Educação liberta! A ilustração de Marcela Weigert para o projeto Escravo Nem Pensar está cada vez mais distante do novos objetivos educacionais no Brasil. Projetos que […]
22 de abril de 2021

Quando ganhará cor a mandala da utopia

Quando ganhará cor a mandala da utopia? É uma pergunta ainda sem resposta para ficar no ar, flutuando no oxigênio puro, para o leitor pensar bem […]
18 de fevereiro de 2021

‘Brotas: um Quilombo em Itatiba’ é um livro que não está à venda

Mais do que necessário é conhecer o outro lado da história da escravidão no Brasil. Organizando a biblioteca encontrei uma preciosidade de publicação. O livro, ‘Brotas: […]
30 de setembro de 2020

Quino deixou como legado Mafalda e suas cismas tão atuais

Quino despiu-se de seu corpo humano e deixou este mundo para transitar em esferas mais elevadas, certamente. Mas Mafalda permanecerá conosco, com suas dúvidas e inquietações. […]