As dez pinturas roubadas ou perdidas mais procuradas no mundo

A estética da imagem do homem, o barco e a água
9 de maio de 2016
Mil faces da escravidão
13 de maio de 2016
Exibir tudo

Art Loss Register, o maior banco de dados privado de pinturas perdidas e roubadas, compilou uma lista das dez mais procuradas obras de arte do mundo.

O fato ganhou notícia pela recente descoberta de um suposto Caravaggio em um sótão em Toulouse, França, uma versão da famosa pintura ‘Judih e Holofernes’, desaparecida há mais de 150 anos e cujo valor é de 120 milhões de euros.

Publicação original The Telegraph e Exibart

francis-bacon-stolen-xlarge_trans++bdem7oslp5yvlcdCL9YANEKmGmb9zdlbBWLsWtk0kdA

1. Lucian Freud, “Francis Bacon”

(desapareceu em 1988, tem uma recompensa 167 mil euros para quem achar).
O trabalho foi, provavelmente, tirada da Neue Nationalgalerie em Berlim por um admirador de Bacon ou talvez por um estudante: no momento do roubo, o museu estava cheio de crianças em uma atividade escolar.
Rembrandt_Christ_in_the_Storm_on_the_Lake_of_Galilee-large_trans++A2QIPoouMngDlOu2vK8o-iGeGI7Utjb6z7tLau4FbuM

2. Rembrandt, “A tempestade no Mar da Galiléia”

(desapareceu em 1990 e tem uma recompensa de 4 milhões de euros).
É uma das 13 obras roubadas do Museu Isabella Stewart Gardner, em Boston. Depois de mais de vinte anos, o FBI ainda está investigando esse roubo de arte incrível e fornece milhões de dólares a quem fornecer informações importantes.

3. Picasso, “Le pigeon aux petits pois”

(desapareceu em 2010, recompensa não especificada). Roubado junto com outras cinco obras do Musée d’Art Moderne de la Ville de Paris. Depois de descobrir sua identidade e em pânico, o ladrão jogou a pintura no lixo, foi o que declarou à polícia.O último leilão da pintura foi estimado 25 milhões de euros.
460-picasso_2621369a-xlarge_trans++l3xp68Lb9y4UT6AC38pwwazkuZgD4ZUPKa5IFqBhW7E

4. Picasso, “Arlequim” Head (desapareceu em 2012, recompensa não especificada).

Este trabalho realizado em 1917 e foi roubada do museu Kunsthal em Roterdão. A pintura foi provavelmente queimada por um dos suspeitos em uma tentativa de se livrar dos bens roubados.
just-judges_1-large_trans++qVzuuqpFlyLIwiB6NTmJwfSVWeZ_vEN7c6bHu2jJnT8

5. Jan Van Eyck, “O justo juízes do Altarpiece de Ghent”

(desapareceu em 1934, recompensa não especificada).
A pintura era parte do altar da Catedral de Saint Bavo, em Ghent, Bélgica. A obra foi removida durante a noite e logo depois foi requisitado um resgate para o bispo da cidade, que ele se recusou a pagar. O ladrão no leito de morte deixou claro que ele nunca iria revelar onde estava a pintura e levou com ele o segredo para o túmulo.
View_of_Auvers-sur-Oise_Paul_Cezanne-large_trans++gAlh3uZqJyVpD0q9WHrSvs6nurJycJ7-Mc9_VAPSViI

6. Cézanne, “Vista de Auvers-sur-Oise” (desapareceu no ano 2000, recompensa não especificada).

Enquanto os cidadãos de Oxford estavam comemorando a chegada do novo milênio, um criminoso entrou no Museu Ashmolean e roubou a pintura. A pintura nunca mais foi vista de novo.
Raphael_missing-xlarge_trans++k896E9tZDZ25QVxt1fUlWQfLDJH6BIvq6V2XG5TUftk

7. Raphael, “Retrato de um homem novo” (desapareceu em 1945, recompensa não especificada).

Ele foi apreendido pela Gestapo para decorar a residência de Berlim de Hitler. Em 1945, um nazista, oficial de Hans Frank, retirou-a da coleção do Führer e desde então a pintura nunca mais foi vista.
Michelangelo_Caravaggio_035-xlarge_trans++4CefZ0Ke2gOOFekhGYJ3OZFzMl9_V0QDWLSA7z3FVPI (1)

8. Caravaggio “Natividade com Saint Lawrence e Francisco de Assis” (que desapareceu em 1969, recompensa não especificada).

Foi roubado, provavelmente nas mãos da Máfia, o Oratório de San Lorenzo, em Palermo. Recentemente, um arrependido, disse que a pintura foi queimada na década de oitenta.
vangogh_2622467a-xlarge_trans++0Iim1wRawAAvJ9qCpH_Xcgy2RSpELKD4YT-MlMSwC58

9. Van Gogh, “Congregação Deixando a Igreja Reformada na Nuene” (que desapareceu em 2002, uma recompensa de 2 milhões de euros).

Dois homens entraram no Vincent Van Gogh Museum em Amesterdam através do telhado e roubaram duas obras do famoso pintor holandês. Embora a polícia tenha prendido os ladrões um ano depois, as pinturas não foram recuperadas.
Vermeer_The_concert-large_trans++nhOKBabfOLZJQBViQ93mSIYngWeMpvN1CjvuonAyzFQ.

10. Vermeer, “The Concert” (desapareceu em 1990, a recompensa é de 4 milhões de euros).

Essa pintura estava entre as que foram roubadas no Museu Isabella Stewart Gardner, em Boston. Estimada em 164 milhões de euros, foi a obra de maior valor roubada na história.

Comentários Facebook

comentarios

Mari Weigert
Mari Weigert
Mari Weigert é jornalista com especialização em História da Arte pela Escola de Música e Belas Artes do Paraná. Atuou na área de cultura, como jornalista oficial do Governo do Paraná. Durante um ano participou das aulas de Crítica de arte de Maria Letizia Proietti e Orieta Rossi, na Sapienza Università, em Roma como aluna ouvinte. Acredita que as palavras bem escritas educam e seduzem pelos seus significados que se revelam na poética da vida. *IN ITALIANO (Mari Weigert è giornalista e perfezionata in Storia dell' Arte per la Embap, del Brasile. Durante un anno è stato alunna di Critica d'Arte, alla Sapienza Università di Roma. Crede nelle parole ben scritte che seducono per le sue significate in cui rivelano la poetica della vita.)

Os comentários estão encerrados.