Quando ganhará cor a mandala da utopia

O ser humano no mundo dos objetos
15 de abril de 2021
Quando il mandala dell’utopia prenderà colore
24 de abril de 2021
Exibir tudo

Mandala da utopia - Marcela Weigert R. /2021

Este desenho feito pela ilustradora (designer gráfica) Marcela Weigert R. refere-se ao mundo ideal, sem desigualdades sociais.  O planeta Terra em seu giro contínuo, tendo ao centro um livro – a educação – e as minorias sociais inseridas na grande árvore do saber. 

Observem que esta árvore têm na base, no tronco, três gerações. É atávica e cresce e se expande em meio a todo o universo da arte, com música, o mar, a noite, o dia, a lua e as estrelas, as flores, em um rodopiar sem parar.

É um olhar singelo e doce para o mundo que está rodeado de diferenças individuais, porém ligadas entre si pelo cosmo harmônico. O movimento contínuo universal e dentro dele a beleza, o amor e o equilíbrio.

Mas, efetivamente, falta cor nele, que a propósito foi mostrado somente em traços. A vibração da cor depende de todos nós para colocar e depende também do que faremos daqui para frente, pós pandemia. Será que aprendemos a lição? Percebam que o nosso inimigo invisível está destruindo a humanidade, não planeta.

A verdadeira deficiência é aquela que prende o ser humano por dentro e não por fora, pois até os incapacitados de andar podem ser livres para voar.

Thaís Moraes

‘Sob o sol poente
engolindo as suas sombras:
camponeses retornam’,  Trecho de Haicai de Saulo Mendonça.

Toda profissão é digna. Aquele lixeiro que recolhe nossas sujeiras é tão importante para uma sociedade que merece todo o nosso respeito. Um jeito brasileiro que me encanta.

Dos inúmeros vídeos que procurei para completar a informação destes escritos, este vídeo ao lado é mais prático e simples, rápido para explicar o grande significado da Mandala. 

Basta escuta-lo e prestar bem atenção à sua volta e perceber que o círculo está em tudo.

Mulher, sublime mulher, A sua singularidade, é que nos faz ser plural. Julio Machado

“Quem não lê, aos 70 anos terá vivido uma só vida: a própria! Quem lê terá vivido 5000 anos: existiu quando Caim matou Abel, quando Renzo casou com Lucia, quando Leopardi admirava o infinito….. porque a leitura é uma imortalidade de trás para frente”. Umberto Eco.

Racismo, preconceito e discriminação em geral;
É uma burrice coletiva sem explicação.
Afinal, que justificativa você me dá para um povo que precisa de união?  Gabriel O Pensador

Comentários Facebook

comentarios

Mari Weigert
Mari Weigert
Mari Weigert é jornalista com especialização em História da Arte pela Escola de Música e Belas Artes do Paraná. Atuou na área de cultura, como jornalista oficial do Governo do Paraná. Durante um ano participou das aulas de Crítica de arte de Maria Letizia Proietti e Orieta Rossi, na Sapienza Università, em Roma como aluna ouvinte. Acredita que as palavras bem escritas educam e seduzem pelos seus significados que se revelam na poética da vida. *IN ITALIANO (Mari Weigert è giornalista e perfezionata in Storia dell' Arte per la Embap, del Brasile. Durante un anno è stato alunna di Critica d'Arte, alla Sapienza Università di Roma. Crede nelle parole ben scritte che seducono per le sue significate in cui rivelano la poetica della vita.)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *