Artista mexicano cria antes de Trump o muro da esperança

‘O que é original?’
28 de junho de 2019
Claudia Lara tece e molda memórias do feminino
10 de julho de 2019
Exibir tudo

O artista mexicano Enrique Chiu conseguiu 3.800 voluntários para ajudá-lo a construir o Mural da Irmandade entre a fronteira do México com os Estados Unidos. A ideia é espalhar mensagens de paz e esperança às pessoas que cruzarem a fronteira. Ao contrário de Donald Trump, que prometeu construir um muro na fronteira mexicana para conter imigração, o grande e belo muro de Chiu irá expressar partilha e fraternidade entre povos e culturas.

Chiu contou sua experiência como imigrante. Nascido em Guadalajara, no México, ele cruzou a fronteira dos EUA com sua mãe quando tinha oito anos. Os dois viveram em Los Angeles na ilegalidade por um ano antes de retornarem ao México. Mais tarde, Chiu retornaria aos Estados Unidos para estudar na California State University com um visto de estudante, mas permaneceu no país por 12 anos.

«Na Califórnia vivi o sonho americano. Eu fui para a escola, tive meu emprego, minha casa, minha galeria, meu estúdio, três carros. Eu tive tudo “, contou ao Hiperalergic. Em 2009, ele decidiu voltar ao México para se juntar à próspera cena artística de Tijuana: “Aqui também você pode experimentar o sonho americano e fazer o que quiser”, continuou Chiu.

Em 2017, a administração Trump testou oito protótipos de parede em Otay Mesa, em San Diego, em frente a Tijuana, do outro lado da fronteira. Os protótipos não foram avaliados apenas pela sua eficácia, mas também pela sua estética, com maior ênfase na aparência da frente dos EUA. Todos os oito protótipos, quatro de concreto total e quatro materiais misturados, falharam no teste de penetração básica.

Em 2018, oito modelos melhorados testados em San Diego finalmente passaram nos testes dos militares dos EUA. No entanto, um impasse entre Trump e os democratas pelo financiamento do muro até agora impediu o presidente de cumprir seus planos.

 

Comentários Facebook

comentarios

Mari Weigert
Mari Weigert
Mari Weigert é jornalista com especialização em História da Arte pela Escola de Música e Belas Artes do Paraná. Atuou na área de cultura, como jornalista oficial do Governo do Paraná. Durante um ano participou das aulas de Crítica de arte de Maria Letizia Proietti e Orieta Rossi, na Sapienza Università, em Roma como aluna ouvinte. Acredita que as palavras bem escritas educam e seduzem pelos seus significados que se revelam na poética da vida. *IN ITALIANO (Mari Weigert è giornalista e perfezionata in Storia dell' Arte per la Embap, del Brasile. Durante un anno è stato alunna di Critica d'Arte, alla Sapienza Università di Roma. Crede nelle parole ben scritte che seducono per le sue significate in cui rivelano la poetica della vita.)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.