Dia de Reis é tempo de folia no Brasil

Biblioterapia – revisão 2017
4 de janeiro de 2018
As banhistas de Pablo Picasso
8 de janeiro de 2018
Exibir tudo

As telas da artista potiguar, Ivanise do Vale, retratam os folguedos populares da alma simples do povo brasileiro. A Festa do Boi de Reis é um dos seus temas favoritos. A Folia de Reis ou Boi de Reis é, hoje, ainda realizada em algumas regiões brasileiras, mas como folclore está se perdendo no tempo. É uma tradição cristã que celebra a visita dos reis magos a Jesus.   

A alegoria muda de acordo com regiões e as brincadeiras também. No entanto, o sentido é o mesmo, reproduzir a viagem dos Magos a Belém, ao encontro de Jesus, com cânticos e dramatização. Mudam os personagens, mas é indispensável a rabeca, o triângulo e o tambor.

https://www.youtube.com/watch?v=kqqvfbecbqs

No Rio Grande do Norte a folia tem como alvo o boi e a  brincadeira é realizada num ambiente de muita poesia, canto, teatro, um figurino colorido e  pode durar até quatro horas.

Na região Potiguar o boi foi inserido no folguedo pelos criadores de gado. Pouco se sabe sobre a origem e não, necessariamente, é realizado no período de janeiro. Mas os cânticos e as poesias têm como conteúdo o encontro com menino Jesus.

IMG_1415-1-768x1024

Tela de Nivaldo do Vale, artista potiguar. Arte ingênua. Personagens do Boi de Reis.

Mestre: Boa noite minhas senhoras/ e meus senhores também/ sou o mestre da brincadeira/ que todo ano aqui vem/ para brincar o reisado/ todo bonito enfeitado/ Viva Jesus em Belém.

 Mateus: Boa noite para todos/ nessa noite tão singela/ Viva a honra dessa casa/ Os Santos Reis no seu dia/ Viva a nossa brincadeira/ e viva a família inteira/ Jesus, José e Maria. Fonte:mineiropt

Principais personagens da Folia de Reis:

– Três reis magos: representam os reis magos que visitaram Jesus e o presentearam com incenso, ouro e mirra.

– Mestre palhaço: responsável pela animação da festa, através de danças, pulos e brincadeiras.

– Coro: canta as músicas, louvores e entoações de cânticos religiosos.

– Mestre (também conhecido como embaixador): responsável pela organização da festa.

– Bandeireiro: espécie de porta bandeiras da festa. A bandeira geralmente é feita com tecido brilhante e tem a imagem dos três reis magos estampas.

– Festeiro: é em sua casa que geralmente ocorre a cerimônia da  “tirada da bandeira”.

– Banda musical: músicos uniformizados tocando rabeca, violão, sanfona, zabumba, pandeiro, surdo, caixa, triângulo e flauta. fonte: sua pesquisa

 

 

 

Comentários Facebook

comentarios

Mari Weigert
Mari Weigert
Mari Weigert é jornalista com especialização em História da Arte pela Escola de Música e Belas Artes do Paraná. Atuou na área de cultura, como jornalista oficial do Governo do Paraná. Durante um ano participou das aulas de Crítica de arte de Maria Letizia Proietti e Orieta Rossi, na Sapienza Università, em Roma como aluna ouvinte. Acredita que as palavras bem escritas educam e seduzem pelos seus significados que se revelam na poética da vida. *IN ITALIANO (Mari Weigert è giornalista e perfezionata in Storia dell' Arte per la Embap, del Brasile. Durante un anno è stato alunna di Critica d'Arte, alla Sapienza Università di Roma. Crede nelle parole ben scritte che seducono per le sue significate in cui rivelano la poetica della vita.)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.