O homem que desenha com a luz como ninguém

Uno sguardo femminile sul Machu Picchu
18 de abril de 2015
Poética artística do indígena brasileiro
19 de abril de 2015
Exibir tudo

Todos os brasileiros devem se orgulhar por ter como conterrâneo o fotógrafo Sebastião Salgado.

O documentário Sal da Terra resume numa linguagem refinada e numa trilha sonora bem elaborada, a trajetória profissional deste brasileiro que dedicou a maior parte de sua vida em captar  flagrantes do homem e do planeta, sobretudo do ser humano nas suas mais obscuras profundezas e também no seu lado mais puro e primitivo.

Na verdade, Salgado contrapõe dois extremos, o lado cruel, bestial, do ser humano e também o apresenta como imagem que mais se enquadra à frase bíblica: “à imagem e semelhança de Deus”.

10696432_326195177542094_1152648012080298118_n

Foto Internet.

Magnífico

Este é o momento no Brasil para conhecer Sebastião Salgado e seu magnífico trabalho, considerando que seu documentário entrou em cartaz em diversas capitais  brasileiras no dia 26 de março e em muitas cidades ainda está sendo exibido . Seja pelo documentário, que concorreu a Oscar,  ou seja pela mostra Gênesis – que começou a ser exibida em nosso território no ano passado – as imagens de Sebastião Salgado são fortes e reais do nosso planeta azul. Sua trajetória revela que é possível ter esperanças.

Tea, Rwanda

Fotos obras de arte

Obras de artes que contam histórias contundentes da humanidade e estampam nas fotos, as regiões mais remotas, intactas e fantásticas do planeta. São fotos em preto e branco, mudas , estáticas, no entanto extraordinariamente interativas.

Coal-Mine_India

Foto Internet

A lu e a sombra

A luz e a sombra – foto(luz) grafia (desenho ou escrita) em grego – tão bem direcionadas por Salgado, revelam o  âmago da imagem que estava sendo captada naquela fração de segundos com a lente. O seu olhar e seu acervo está sendo dividido com o mundo, por intermédio do documentário e de suas fotos. Um trabalho que não seria possível se não fosse o apoio da mulher Lélia.

Olhar Crítico

O trabalho de Sebastião Salgado é um patrimônio inestimável para humanidade. É documento para futuro. Para quem… alienígenas, considerando o processo acelerado de destruição?

Talvez não. Se acompanharmos pelo documentário o que se passou no coração deste homem e entendermos que para ele curar a sua doença da alma, do desalento, que adquiriu ao compor Exodus e outras mostras que apresentam a bestialidade do homem e suas atribulações, podemos acreditar que é possível reconstruir.

Sebastião Salgado foi buscar em sua terra de origem um meio de se salvar. Na sua fazenda de infância, no Vale do Rio Doce, Minas Gerais, interior do Brasil, devastada e sem vida ele se reergueu e encontrou força para continuar porque também sua terra, sua raiz se regenerou. A natureza pródiga em pouco mais de 10 anos renasceu como Fênix para provar ao mundo que é possível recomeçar sem medo. O Instituto Terra é o fruto da semente que germinou. Leia mais Instituto Terras Sebastião Salgado.

Vale a pena assistir Sal da Terra, cuja direção é do alemão Wim Wenders e do filho Juliano Salgado, para entender o que se manifesta nesta planeta gigante. E como prêmio o ingresso livre a viagens inesquecíveis que poucos têm o privilégio de fazer, assim como poucos têm o coração solidário de dividir com os outros suas impressões e conhecimento.

 

Comentários Facebook

comentarios

Mari Weigert
Mari Weigert
Mari Weigert é jornalista com especialização em História da Arte pela Escola de Música e Belas Artes do Paraná. Atuou na área de cultura, como jornalista oficial do Governo do Paraná. Durante um ano participou das aulas de Crítica de arte de Maria Letizia Proietti e Orieta Rossi, na Sapienza Università, em Roma como aluna ouvinte. Acredita que as palavras bem escritas educam e seduzem pelos seus significados que se revelam na poética da vida. *IN ITALIANO (Mari Weigert è giornalista e perfezionata in Storia dell' Arte per la Embap, del Brasile. Durante un anno è stato alunna di Critica d'Arte, alla Sapienza Università di Roma. Crede nelle parole ben scritte che seducono per le sue significate in cui rivelano la poetica della vita.)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.