Hoje as famílias vibram em aplausos quando assistem os adolescentes tocando na Orquestra de Cordas da Associação São Roque, ao contrário do que acontecia no início do projeto cultural. Nem iam assistir...

 No início da implantação do projeto cultural (2008) o cenário era outro. Poucos pais iam prestigiar os filhos nas apresentações musicais.

O aprimoramento cultural idealizado pela instituição beneficente não envolveu somente crianças e adolescentes, mas uma comunidade inteira, por empenho, dedicação de músicos, regentes e professores que trabalharam arduamente ao lado dos dirigentes da instituição para construir o que a Associação São Roque é hoje.

 Para as famílias,  as apresentações eram  consideradas apenas mais uma atividade de contraturno  que amparava as crianças enquanto  os pais trabalhavam em busca do sustento e sobrevivência. 

O relato é de Anna Thais Fuck, personalidade forte e determinada , porém de um coração que se agiganta e se emociona ao falar sobre o projeto cultural. Anna foi uma das fundadoras da Associação São Roque junto com o Frei Rui Guido Dapiné, em 1988. A instituição irá celebrar em 19 de março deste ano 34 anos de serviços beneficentes.

 Agora o leitor pergunta: como começou esta história? Guarituba onde fica?

Guarituba  é uma comunidade localizada em Piraquara, cidade próxima a Curitiba. Surgiu há muitos e muitos anos próximo ao Hospital de Dermatologia Sanitária do Paraná porque nele eram atendidos os doentes de hanseníase. As famílias que vinham do interior para tratamento se instalavam ao redor.  

Em histórias duras e tristes – principalmente como essa que envolvia uma doença muito estigmatizada – existem quase sempre uma alma bondosa ou pessoas abnegadas que dão apoio. Foi o caso do Frei Rui Guido Depiné ( 1942- 2020) e as irmãs franciscanas da capelania São Roque. O religiosos ajudaram muito as pessoas doentes e as famílias num tempo difícil, daí surgiu a Associação Beneficente São Roque que angariava fundos para manter o trabalho filantrópico.

foto Associação São Roque todos os direitos reservados
foto Associação São Roque todos os direitos reservados

Quando Anna conheceu o Frei Rui  em 1987 e seu trabalho de apoio a comunidade carente próximo ao hospital  não teve dúvidas, na época, em ajudá-lo a angariar remédios e cestas básicas para as famílias. A Associação foi o segundo passo para consolidar um objetivo que tinha como foco ‘o olhar para o outro’ e a necessidade de amenizar o sofrimento do próximo. A partir daí, foi apenas o tempo de unir mentes brilhantes e com boas ideais para colocar a ‘mão na massa”. 

Foi o tempo de ‘pôr em prática’ a transformação social pela arte, sobretudo com música e literatura.  

Em 2013, pela Lei de Incentivo a Cultura foi elaborado um projeto, no qual envolveria atividades culturais para aprimoramento do espírito de crianças e adolescentes. Depois disso, a instituição não parou mais de mostrar trabalho, um trabalho maravilhoso, sobretudo, amparado na poética artística de quem acredita que é possível mudar o mundo. Para ter certeza do que estamos falando basta visitar o site da Associação São Roque num clique só irá se emocionar com as fotos vídeos e história.  As atividades culturais da instituição beneficiam cerca de  200 crianças, adolescentes e jovens.

Cerca  de  30 crianças, entre 6 e 8 anos, participam da  Musicalização Infantil. São aulas que motivam, sensibilizam e despertam os pequenos artistas para os elementos básicos da Música. Fonte  ASR

Os Coros Gato na Tuba, infantil e juvenil, são formados por 110 cantores, de 8 a 20 anos. Eles desenvolvem repertório bem variado, indo do popular, o rock, a música regional brasileira, aos clássicos da história da Música. Os grupos já realizaram muitos concertos em Curitiba, Piraquara, Antonina, Itajaí, Lapa e Morretes.  Fonte ASR

Grupos de Flauta Doce e os Grupos de Cordas. As atividades são bastante intensas, com ensaios de Canto Coral, aulas de Instrumentos de Cordas, aulas de Flauta Doce, Teoria Musical, Música de Câmara, Pré-vestibular e Estudo Orientado, além de inúmeras apresentações artísticas. Fonte ASR

Gravado ao vivo em 10/11 de dezembro de 2019 no Teatro Bom Jesus (Curitiba/Brasil), como parte do espetáculo “São Roque Aplaude 2019 – Cordel de Natal”, com alunos e professores de literatura e música da Associação Beneficente São Roque. Este show foi uma homenagem ao folclore natalino brasileiro. “Saudades-Rancheira” é a segunda das “Seis Peças Fáceis Para Violão”, do músico ítalo-brasileiro Ernesto Marangoni, conhecido no início do século XX por restaurar, produzir e difundir diversos instrumentos musicais pelo interior do Brasil, sendo também um virtuose do acordeão. Esta obra evoca o ambiente simples e harmonioso do povo caipira, imitando os sons da beira do rio e das contentes serestas ao ar livre, além de ser também didática (pensada para o aprendizado do violão), já que além de construtor e músico, Marangoni era também professor.

Contasonhos visa principalmente o incentivo à leitura, formando leitores de 07 a 11 anos e desenvolvendo habilidades linguísticas. Assim como a literatura infantil o projeto tem três finalidades mais abrangentes: educar, instruir e distrair. A terceira, talvez a mais importante, pois o interesse pelo livro existirá a partir dela, que se deve ao ato de contar histórias. O prazer deve envolver as ideias e os ideais que queremos transmitir à criança. Fonte site ASR

Adora Ser consiste na criação de um espaço único voltado ao público adolescente de 12 a 18 anos, onde ele se sinta encorajado a realizar o autoconhecimento e sanar dúvidas sobre essa fase tão importante da vida. Nos encontros serão abordados os mais diversos temas que envolvem o universo dos adolescentes sempre com o amparo de atividades e materiais artísticos que facilitem a compreensão. Fonte stie ASR

Biblioteca Monteiro Lobato
Em nossa biblioteca temos as mais ricas obras literárias. Os alunos realizam semanalmente o empréstimo de livros, possibilitando assim o acesso ilimitado a literatura.

3 de fevereiro de 2022

Música e literatura mudam a vida das crianças do Guarituba

Hoje as famílias vibram em aplausos quando assistem os adolescentes tocando na Orquestra de Cordas da Associação São Roque, ao contrário do que acontecia no início […]
24 de fevereiro de 2021

Escute Leonardo Boff para expansão da mente

Sou ‘fã de carteirinha’ de Leonardo Boff há muitos anos. Suas palavras são bálsamo e conjugam o verbo esperançar de Paulo Freire, embora enérgicas como de […]
7 de abril de 2017

Escravo, nem pensar!

Livro didático sobre escravidão contemporânea trata da nossa triste história As ilustrações s Marcela Weigert no livro “Escravo, nem pensar!” compõem a parte lúdica de uma […]
7 de novembro de 2016

Você sabe quem é Jean-Joseph Raboud

É mais provável que a resposta será não!  Mas algumas das crianças que pertencem a escola Crescer, na comunidade Mãe Luiza e à Adic, em Passo […]
12 de setembro de 2016

Romance sobre médico francês que sonhou com a igualdade social

A história seria sem graça, descolorida, desprovida de emoção se não existissem sonhadores como o francês Jean-Maurice Faivre. Esse médico francês  chegou ao Brasil em 1826, […]