Podar ou não o maior cajueiro do mundo

Preciosidades do apartamento de Andy Warhol
2 de agosto de 2018
O bem que faz a música de Nando Cordel
17 de agosto de 2018
Exibir tudo

Podar ou não o maior cajueiro do mundo localizado em Parnamirim, Rio Grande do Norte, é a grande questão para os moradores da região. O impasse não é de hoje. Enquanto discutem o que fazer com a árvore, ela continua a crescer e a cada dia invade mais o espaço urbano. O local está sob proteção ambiental e é parada obrigatória de todo o turista que conhece pela primeira vez a capital potiguar.

O maior cajueiro do mundo tem 129 anos e ainda dá frutos. Aos leitores do PanHoramarte perguntamos qual seria a posição mais correta ou a solução para o destino dessa árvore atípica.

Outro cajueiro localizado no Piauí disputa com o do Rio Grande do Norte o título de maior do mundo. A briga é com os biólogos e especialistas na área e pelo que indica a metragem da diferença é muito pouca. O que importa é que as duas árvores são extraordinariamente grandes.

Proibida a poda

É proibido a poda da árvore pelos órgãos ambientais, que reivindicam criações alternativas para resolver a situação. Mas as opiniões divergem. Tem gente que defende a poda porque acha que é preciso conter o crescimento.

Caju começa a dar frutos no fim do ano

Todos os anos o cajueiro de Parnamirim, cidade próxima a capital potiguar, ainda dá caju. Os frutos começam aparecer em dezembro. O resultado da colheita é aproveitado para doces, sucos e caju que é vendido dentro do parque do cajueiro, onde existe uma feira de artesanato.

A árvore cobre uma área de aproximadamente 8500 m2, com um perímetro de aproximadamente 500 m. O cajueiro foi plantado em 1888, por um pescador chamado Luiz Inácio de Oliveira, o pescador morreu com 93 anos de idade, sob as sombras do cajueiro.

A castanha é o fruto

O caju fruta (Anacardium occidentale) é uma pseudofruta. A parte carnosa de cor amarelo-avermelhada é o pedúnculo floral. A fruta é a castanha, muito nutritiva e rica em vitamina C e as do complexo B. O cajueiro é originário da América Tropical e cresce em abundância nas regiões Norte e Nordeste do Brasil.

 

 

 

 

Comentários Facebook

comentarios

Mari Weigert
Mari Weigert
Mari Weigert é jornalista com especialização em História da Arte pela Escola de Música e Belas Artes do Paraná. Atuou na área de cultura, como jornalista oficial do Governo do Paraná. Durante um ano participou das aulas de Crítica de arte de Maria Letizia Proietti e Orieta Rossi, na Sapienza Università, em Roma como aluna ouvinte. Acredita que as palavras bem escritas educam e seduzem pelos seus significados que se revelam na poética da vida. *********************************************************************** Mari Weigert è giornalista e perfezionata in Storia dell' Arte per la Embap, del Brasile. Durante un anno è stato alunna di Critica d'Arte, alla Sapienza Università di Roma. Crede nelle parole ben scritte che seducono per le sue significate in cui rivelano la poetica della vita.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *