Fotógrafo usa nudez para protestar contra Trump

I – Heróis Olímpicos: o lendário Jesse Owens
17 de julho de 2016
Artistas ingleses exercitam a criatividade em época de Olimpíada
23 de julho de 2016
Exibir tudo

Outro artista americano se posiciona contra Donald Trump abertamente e coloca em sua arte a indignação pelo discurso preconceituoso do candidato à presidência dos Estados Unidos. Desta vez , Spencer Tunick , fotógrafo conhecido por imagens de nudez em multidões, reverencia  o papel da mulher na sociedade.A obra se desenvolveu em Clevend, EUA, perto da sede do partido Republicano, na véspera da convenção, que começou segunda.

donne-vs-trump4

A instalação de arte “Everyting she says means everything”(Tudo que ela diz significa tudo), que reuniu cerca de 130 mulheres nuas, cada uma com um espelho oval, para refletir “o conhecimento e a sabedoria das mulheres progressistas e o conceito da ‘Mãe Natureza’ – segundo informação divulgada no site do artista.  A foto/arte ocorreu em propriedade privada com vista à arena.O proprietário deu permissão, disse Tunick e assim a polícia não pode intervir, levando em conta que a nudez pública em Cleveland é ilegal.

Donald Trump surpreende o mundo com seus discursos homofóbicos, sexistas e racistas e tem provocado inspiração em artistas plásticos americanos que criam obras ou instalações criticando suas posições políticas e sociais.

Tunick disse que tem duas filhas e uma esposa e que não pode acreditar que a linguagem e retórica de ódio contra mulheres e as minorias venha do Partido Republicano. “Eu tinha que fazer algo para combater esse pensamento idiota”, afirmou.

 

Fonte:site Spencer Tunick e Exibart

 

Comentários Facebook

comentarios

Mari Weigert
Mari Weigert
Mari Weigert é jornalista com especialização em História da Arte pela Escola de Música e Belas Artes do Paraná. Atuou na área de cultura, como jornalista oficial do Governo do Paraná. Durante um ano participou das aulas de Crítica de arte de Maria Letizia Proietti e Orieta Rossi, na Sapienza Università, em Roma como aluna ouvinte. Acredita que as palavras bem escritas educam e seduzem pelos seus significados que se revelam na poética da vida. *IN ITALIANO (Mari Weigert è giornalista e perfezionata in Storia dell' Arte per la Embap, del Brasile. Durante un anno è stato alunna di Critica d'Arte, alla Sapienza Università di Roma. Crede nelle parole ben scritte che seducono per le sue significate in cui rivelano la poetica della vita.)

Os comentários estão encerrados.