Semana de Ação Mundial é uma luz no fundo do túnel

Magia das ‘Lágrimas de São Pedro’
25 de maio de 2016
O jogo é achar Warhol
30 de maio de 2016
Exibir tudo

 

Num país em que políticos e administração pública desviam merenda escolar e que se necessita de um movimento estudantil para começar a investigar  para onde vai todo o dinheiro que deveria ser destinado alimentar nossas crianças,  o trabalho proposto pela Semana de Ação Mundial (SAM) é uma luz no fundo do túnel.

“De 30 de maio até 03 de junho em todo o país, milhares de cidadãos brasileiros comprometidos de fato com uma educação de qualidade estarão discutindo educação e se organizando para ser um agente social que faz a diferença para alcançarmos as metas estabelecidas no Plano Nacional de Educação”, Fonte Revista Fórum.

É um trabalho de formiguinha  – a iniciativa que começou em 2003, com a finalidade de pressionar governos para que cumpram os acordos internacionais da área, anteriormente o Programa Educação para Todos (Unesco, 2000) e, agora, os compromissos do Marco Ação Educação 2030 (Unesco, 2015).

A chamada é mãos à obra!

Ainda sugerem diversas maneiras para qualquer pessoa da comunidade participar e contribuir para melhorar o nosso sistema educacional. Entre as sugestões para quem já está dentro do ambiente escolar é mobilizar a comunidade para que denuncie, interaja e proponha ações. É só arregaçar as mangas. Participe!

card_PE_30-768x576

Ilustração e a identidade visual da Semana foi criada por Marcela Weigert, que colocou em prática o seu sonho de trabalhar com design social. Há muito o que se fazer num país de contrastes sociais, muitas vezes com situações de extrema carência quase na porta de nossa casa.

É triste assistir uma reportagem mostrando a ‘cara dura’ de políticos justificando a falta de alimentos nas prateleiras das escolas, como se fosse um ato corriqueiro, de rotina, sem consequências graves. Em Roraima foram R$ 20 milhões de merenda desviados para pagar dívidas do poder Legislativo e Judiciário! Em São Paulo, somente depois que estudantes secundaristas ocuparam a Assembléia Legislativa em busca de apoiadores políticos para criarem a CPI da merenda, é que houve ‘vontade política’ para aprovar a Comissão que irá investigar as fraudes.

Sabemos que para melhorar a Educação no Brasil a caminhada é longa. Num país em que se rouba merenda escolar e artista pornô, e movimento online de interesse duvidoso é recebido pelo Ministro da Educação, sem faltar os selfies das pseudo-celebridades, a divulgação na mídia,  o trabalho que temos pela frente é árduo. É uma afronta para os educadores sérios e empenhados no aprimoramento do sistema e é lamentável o analfabetismo cultural, mas o importante é não desanimar!

 

 

 

 

 

Comentários Facebook

comentarios

Mari Weigert
Mari Weigert
Mari Weigert é jornalista com especialização em História da Arte pela Escola de Música e Belas Artes do Paraná. Atuou na área de cultura, como jornalista oficial do Governo do Paraná. Durante um ano participou das aulas de Crítica de arte de Maria Letizia Proietti e Orieta Rossi, na Sapienza Università, em Roma como aluna ouvinte. Acredita que as palavras bem escritas educam e seduzem pelos seus significados que se revelam na poética da vida. *IN ITALIANO (Mari Weigert è giornalista e perfezionata in Storia dell' Arte per la Embap, del Brasile. Durante un anno è stato alunna di Critica d'Arte, alla Sapienza Università di Roma. Crede nelle parole ben scritte che seducono per le sue significate in cui rivelano la poetica della vita.)

Os comentários estão encerrados.