Livro sobre as estações e a influência no organismo

Mil faces da escravidão
13 de maio de 2016
‘Canetada’ anulou em minutos o MinC e não suportando a pressão governo voltou atrás
20 de maio de 2016
Exibir tudo

“Estudos das Estações Frio-Calor” é o quarto livro de Geralda Henriqueta Nadyr Carniel sobre a Medicina Chinesa escrito numa linguagem fácil, para leigos entenderem como o movimento das estações influência na saúde do homem. O lançamento será no dia 11 de junho, no Memorial de Curitiba.

Para o dia do lançamento, Geralda convidou o grupo Espaçonautas – teatro e circo – para contar de forma simples e didática, sobretudo poética os conceitos de sua terapia Frio-Calor, para que as pessoas possam aprender e fazer o auto cuidado, cura pessoal, amor e atenção ao planeta Terra e a todos os seres que nele habitam.

O corpo funciona como um radar sempre conectado aos movimentos da primavera, verão, outono e inverno, mais a canícula que, na medicina chinesa, é a passagem entre uma e outra. “As estações são os livros do Universo”, garante ela. “Esses livros são mutáveis porque o nascimento sem fim do Universo, aparentemente igual a cada ano e cada dia, segue a rota estabelecida pelo Tao, (Deus).

O movimento é como um quebra-cabeça e o segredo da boa saúde é descobrir quais as peças chaves para manter o equilíbrio.  Para descobrir as peças-chaves desse jogo, essa senhorinha de 81 anos tem dedicado quase 30 anos de sua vida  em estudos e tratamentos para entender como funciona a combinação entre o homem, equilíbrio da saúde, conectada ao ritmo das estações.

É quase uma brincadeira, bela e ritmada. A primavera rege o fígado e a vesícula, seu sabor é amargo e o elemento madeira, verde. Da madeira nasce o fogo, que é o verão, no qual o coração está em evidencia, do fogo surge o metal, que representa o outono, rege os pulmões. O inverno é água, a estação mais Yin e na qual devemos cuidar dos rins.

Estudando o equilíbrio Yin e do Yang – Frio e Calor e os princípios que os taoistas já sabiam há mais de cinco mil anos e que hoje é base para muitos tratamentos, sobretudo a acupuntura, Geralda desenvolveu uma terapia simples, a base de compressas quentes, frias, bolsa de água quente, sal e o toque nos pontos afetados. Centenas de pessoas passaram pelo Centro de Equilíbrio de Energia em Curitiba e conseguiram melhorar de seus males.

CIMG0263Para quem não conhece Geralda Nadyr Henriqueta Carniel,o PanHoramarte apresenta aos leitores nesse artigo. A terapia Frio-Calor  é simples e eficaz, seu tratamento é o movimento do esquenta e esfria com bolsas e panos, tonifica e relaxa, diversas partes do corpo adoecido. Sempre com o toque nos pontos doloridos e a supervisão de Geralda.

As recomendações parecem saídas do outro mundo, na quais se referem aos olhos excessivamente vermelhos para dizer que  o fígado está cheio.

– Cheio do que? – ” De calor perverso”, responde rapidamente ela. “O teu corpo está úmido, vertendo água. Friagem. Precisa de escalda-pé”, recomenda.

Parece o diálogo do impossível, mas é a oitava maravilha do mundo para mandar embora a dor e se sentir novinho em folha.

Por várias vezes acompanhei e divulguei Geralda nos seus tratamentos e também experimentei as terapias, assessorei os lançamentos de seus livros. Todos esses anos ela incansavelmente  ensina e aplica a terapia Frio-Calor com bons resultados, e registrados nas velhas fichas catalogadas no  Centro de Equilíbrio de Energia, o local em que desenvolve o trabalho, em Curitiba.

Todas a vezes me surpreendia com sua vivacidade.  Simples e singela não tinha pudores, em entrevistas na TV  ou para jornais, em dado momento, abrir a bolsa, tirar uma toalhinha branca,  a bolsa de água quente de borracha (aquela antiga e de cor laranja), e dar uma ideia de como realizava o trabalho. Sem se intimidar com as câmeras, certa vez, fez do apresentador seu paciente.

DSC00906Geralda é uma das poucas pessoas que adotou a humanidade no seu projeto de vida. Nasceu gaúcha e viveu no Paraná parte de sua vida. Formada em Farmácia, foi freira e ajudou a construir uma instituição de caridade em Santa Catarina.

Aos interessados em ler e aprender  sobre a mais simples versão da medicina chinesa, nos moldes brasileiros,  poderá entrar em contato com o CEE, ou participar do lançamento.

Lançamento do livro  “Estudos das Estações Frio-Calor”, de Geralda Nadyr Henriqueta Carniel.

Local: Memorial de Curitiba, no Paraná

Data: 11 de junho

Horário: 15:30

Endereço:R. Dr. Claudino dos Santos, 79 – São Francisco, Curitiba, Paraná.

Comentários Facebook

comentarios

Mari Weigert
Mari Weigert
Mari Weigert é jornalista com especialização em História da Arte pela Escola de Música e Belas Artes do Paraná. Atuou na área de cultura, como jornalista oficial do Governo do Paraná. Durante um ano participou das aulas de Crítica de arte de Maria Letizia Proietti e Orieta Rossi, na Sapienza Università, em Roma como aluna ouvinte. Acredita que as palavras bem escritas educam e seduzem pelos seus significados que se revelam na poética da vida. *IN ITALIANO (Mari Weigert è giornalista e perfezionata in Storia dell' Arte per la Embap, del Brasile. Durante un anno è stato alunna di Critica d'Arte, alla Sapienza Università di Roma. Crede nelle parole ben scritte che seducono per le sue significate in cui rivelano la poetica della vita.)

Os comentários estão encerrados.