Feira de Arte de Istambul é adiada por medo

O complô de Chernobyl
24 de abril de 2016
Memória cultural nos comércios de Roma
29 de abril de 2016
Exibir tudo
Os atentatos terroristas que espalham pânico, morte e tristeza  nas populações atingidas, além de prejudicar o fluxo de pessoas em cidades potencialmente turísticas situadas em países próximos às zonas de conflito, inibem e intimidam também a arte.  A bela e lendária Istambul, que já é uma obra de arte a céu aberto, com o seu Museu de Santa Sofia, Mesquita Azul, entre outros, não sediará  a famosa feira Art Internacional, edição 2016.
A notícia segundo matéria publicada no Exibart é fresquíssima e foi publicada no The Art Newspaper. 
A edição de 2016 da Art International, uma feira que reúne galeristas e artistas internacionais em Istambul foi adiada. A decisão foi anunciada pelo o co-fundador  da Sandy Angus, o empresário Angus Montgomery. A Sandy Angus é uma empresa de eventos que tem sede em Londres, que coordena outros eventos internacionais como Angus La Affordable Art Fair di Hong Kong, e o Surface Design Show de Londres. ‘ A feira fará uma pausa até que sejamos capazes de unir algo que todas as partes interessadas e os acionistas possam se orgulhar de fazer parte, definitivamente haverá uma re-chamada no próximo ano e estamos determinados a manter a alta qualidade’.
 
Naturalmente a segurança é o problema principal. O medo por atentados afastou muitos dos expositores que seguiram fielmente a feira desde a primeira edição de 2013. Continua Angus: ‘As pessoas titubeiam quando se fala em viajar para Turquia neste momento. Os números de turistas diminuíram drasticamente. Algumas galerias, em particular, preferiram fazer uma pausa e depois analisar o que acontece. Dessa forma, a empresa decidiu dar ouvidos aos clientes, mas estaremos no próximo ano mais forte do que nunca’.
 
O anúncio foi feito logo depois do fechamento da semana de arte em Bruxelas, em que seus organizadores não cederam ao medo. Aliás, a semana confirmou sua ascensão na arte contemporânea.”
A feira seria realizada no outono europeu, de 23 a 25 de setembro, no Haliç Center Congress, nas margens do Golden Horn. A edição do ano passado incluiu 87 galerias de 27 países. A empresa organizadora garante que não é somente o medo a causa do cancelamento esse ano, justificativa difícil de engolir depois do ataque de um carro-bomba, em março, por um grupo curdo militante, em Ancara.

Comentários Facebook

comentarios

Mari Weigert
Mari Weigert
Mari Weigert é jornalista com especialização em História da Arte pela Escola de Música e Belas Artes do Paraná. Atuou na área de cultura, como jornalista oficial do Governo do Paraná. Durante um ano participou das aulas de Crítica de arte de Maria Letizia Proietti e Orieta Rossi, na Sapienza Università, em Roma como aluna ouvinte. Acredita que as palavras bem escritas educam e seduzem pelos seus significados que se revelam na poética da vida. *IN ITALIANO (Mari Weigert è giornalista e perfezionata in Storia dell' Arte per la Embap, del Brasile. Durante un anno è stato alunna di Critica d'Arte, alla Sapienza Università di Roma. Crede nelle parole ben scritte che seducono per le sue significate in cui rivelano la poetica della vita.)

Os comentários estão encerrados.