Oscar marrom faz crítica ao racismo

Professor afirma que existe vida além da Terra
2 de março de 2016
Quando as mulheres não tinham espaço na arte
7 de março de 2016
Exibir tudo

A  artista mexicana, que vive em Chigado (EUA), Linda Vallejo,com o seu projeto “For Your Consideration: Make Em /all Mexican”, conseguiu aquecer o debate sobre o racismo da indústria cinematográfica na entrega do Oscar.

 A denúncia permanece na sua obra que apresenta a estatueta e os ícones clássicos americanos – Elvis Presley, Marilyn Monroe, retratados em tom marrom, mesmo depois da festa ter passado sem qualquer boicote.
02-16_w-qa_MEAM-Oscars_4

Foto internet, cedidas pela artista ao site Artnews

Criticar com ironia

É um jeito de criticar com ironia, com uma provocação sutil. “O objetivo do Make Em all Mexican é criar um jeito amigável de tratar um tema difícil”, afirma Vallejo. Para ela as pessoas estão cansadas da violência e agressividade e o projeto faz uma crítica de um ponto de vista totalmente diferente.

O idealizador do projeto foi Chon Noriega, diretor do Chicano Studies Research Center  e Linda Vallejo a executora. Os dois explicam que para criar o projeto foram buscar  temas que são onipresentes no universo dos americanos, dia de ação de graças de Norman Rockwell, Elvis, Marilyn, ou Dick e Jane.”Eles têm sido parte da fundação de nossa cultura, não importa quão trivial você pode pensar que eles são”.

Vallejo e Noriega acreditam que por intermédio do humor é possível mudar comportamentos. ” Recentemente me peguei lendo os créditos no final do filme e procurando nomes latinos na relação”, contou a artista.

Fontes: Exibart e Artnews

Comentários Facebook

comentarios

Mari Weigert
Mari Weigert
Mari Weigert é jornalista com especialização em História da Arte pela Escola de Música e Belas Artes do Paraná. Atuou na área de cultura, como jornalista oficial do Governo do Paraná. Durante um ano participou das aulas de Crítica de arte de Maria Letizia Proietti e Orieta Rossi, na Sapienza Università, em Roma como aluna ouvinte. Acredita que as palavras bem escritas educam e seduzem pelos seus significados que se revelam na poética da vida. *IN ITALIANO (Mari Weigert è giornalista e perfezionata in Storia dell' Arte per la Embap, del Brasile. Durante un anno è stato alunna di Critica d'Arte, alla Sapienza Università di Roma. Crede nelle parole ben scritte che seducono per le sue significate in cui rivelano la poetica della vita.)

Os comentários estão encerrados.