“Malandra”, um espetáculo circense numa linguagem contemporânea

Arte hoje é mercadoria e o culto ao capital fez desaparecer o papel do crítico
16 de setembro de 2015
Casa de palavras
21 de setembro de 2015
Exibir tudo

Eles são jovens e talentosos e parte da história do circo contemporâneo no Paraná. A companhia TripCirco que atua desde 1998, em Curitiba,  estará neste sábado (19) apresentando o espetáculo Malandra, um show que mistura técnicas circenses em ritmo de tango, dessa forma formando um circo de Milonga.

Malandra é a lembrança que ficou no passado, na vida de um velho boêmio e em seu último suspiro antes de fechar sua Milonga relembra as aventuras vividas dentro daquele lugar. A direção é de Carlos Adrian Pagliano, coreógrafo de tango, Jorge Nicolas Ferreyra, no elenco: Alessandro Ribeiro, Camila Mara Cequinel, Caroline de Vaz Lima,Jorge Nicolas e Thiago Barbosa.

As artes circenses estão entre as mais antigas técnicas artísticas da humanidade. Começou talvez quando o homem se reunia em círculo para contar causos e ao mesmo tempo descobrir que o universo é cheio de magia.

O circo moderno trouxe o personagem do palhaço “clown” que é, na verdade, um ator completo, mais voltado ao conceito do teatro, aquele não só atua sob uma lona de circo, mas também nas ruas, em espaços culturais e até em empresas.

Este novo palhaço é eclético em seus números e nas suas performances, improvisa, dança, faz mímica, malabarismo, usa todas as técnicas circenses como meio de entretenimento para o público num espetáculo.

Serviço:

Malandra

Data: Sábado 19/09  as 20:00 hs e no Domingo 20/09  as 18:30 na TripCirco 

Compre ingresso antecipado no espaço TripCirco  e pague meia.

Ingresso R$ 30,00 ( meia R$ 15,00 )

Informações : (41) 30188430

Local: TripCirco (Curitiba)

Endereço: Av sete de Setembro 2618.

 

Comentários Facebook

comentarios

Mari Weigert
Mari Weigert
Mari Weigert é jornalista com especialização em História da Arte pela Escola de Música e Belas Artes do Paraná. Atuou na área de cultura, como jornalista oficial do Governo do Paraná. Durante um ano participou das aulas de Crítica de arte de Maria Letizia Proietti e Orieta Rossi, na Sapienza Università, em Roma como aluna ouvinte. Acredita que as palavras bem escritas educam e seduzem pelos seus significados que se revelam na poética da vida. *IN ITALIANO (Mari Weigert è giornalista e perfezionata in Storia dell' Arte per la Embap, del Brasile. Durante un anno è stato alunna di Critica d'Arte, alla Sapienza Università di Roma. Crede nelle parole ben scritte che seducono per le sue significate in cui rivelano la poetica della vita.)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.