À luz de velas. Por que nos seduz tanto a iluminação bruxuleante de uma vela acesa?

Talvez pelo mistério das sombras...

Gosto de sentir as cidades, captar a alma delas quando as visito.

Florença é uma cidade que não me cansarei jamais de apreciá-la, admirá-la. Ela é maravilhosa. Me sinto fazendo parte de uma pintura de um mestre da Renascença. Ela é única, personalíssima. Firenze para os italianos, floresce sempre e encanta o mundo.

 

Mesmo na paisagem natural e num pôr do sol, Firenze é arte!

Florença, Itália. Foto por Mari Weigert

Artistas do passado eram os fotógrafos de hoje. As suas obras, muitas vezes, eram feitas em troca de comida pela Igreja. Evidente que o veneziano Bartolomeo Vivarini não está neste rol. Mas aconteceu isto na Idade Média. Vale observar os detalhes das expressões fisionômicas. Beatos?

 

 

Expressão fisionômica. Detalhe de uma tela de !430, de Bartolomeo Vivarini. Natività dei santi... Foto per Mari Weigert. Accademia. Venezia.

A grande teia da vida

“Na medida em que nos relacionamos com o mundo, que vivemos com intensidade nosso dia a dia, percebemos que fazemos parte da grande teia da vida, percebemos que tudo está interligado, que existe uma inteligência divina que se expressa na natureza no cosmos e nos seres humanos”.

Regina Medina

Uma foto que mais parece uma pintura. A obra de arte da natureza. A foto captura a imagem num fragmento de segundo e a mantém eterna para nossos olhos. Por André Figueiredo. Pequenos Lençóis Maranhenses, Município de Vassouras.

O português André Figueiredo é cidadão do mundo. Viveu em muitos lugares e tem histórias para contar. Suas imagens, no entanto, falam mais que prolongadas conversas.

A função do belo que me provocou o não sei o quê! Num calor de 40 graus no Vaticano, a água é mais sagrada que as sagradas regras da instituição cristã.

Uma carona. Foto Mari Weigert
Viver livremente. Foto Mari Weigert
11 de janeiro de 2015

Deleites em torno da Luz

À luz de velas. Por que nos seduz tanto a iluminação bruxuleante de uma vela acesa? Talvez pelo mistério das sombras… Gosto de sentir as cidades, […]