Não importa que é tudo junto e misturado. O que importa é paixão pela arte que inspirou o empresário e colecionador Ricardo Brennand a criar seu pequeno mundo artístico.

Exatamente a réplica de um castelo inglês foi o que Brennad construiu em plena Recife tropical, em Pernambuco. Não confundam Ricardo Brennand (1927- 2020) com o famoso ceramista e artista plástico, Francisco Brennand (1927-2019). 

Ricardo,  que também amava as artes era primo de Francisco, e  aos 92 anos morreu em consequência do Covid 19. O empresário integrou na paisagem da capital nordestina a arquitetura européia medieval em uma área  verde fora da cidade.  Ajustou na sua réplica ao entorno, um ambiente que nos é familiar quando assistimos filmes de época que se passam em castelos na Europa.

 

   a

O seu amor incondicional pela arte não parou por aí. Fez muito mais. O empresário colocou dentro deste castelo um acervo totalmente original. Muitas peças góticas e medievais, assim como reproduções de obras famosas como o Pensador de Rodin. 

Nossa Senhora da Conceição - madeira dourada policromada. Século XIX
Contador Holandês, século XVIII. Feito jacarandá, com aplicações em marfim e porcelena. Cenas de Amesterdam

Num verdadeiro jogo de paciência, de 50 anos de aquisição de objetos de arte, Ricardo Brennand compôs o cenário interno de seu castelo  com esculturas, pinturas, tapetes, móveis, adagas, armaduras. Estas obras todas, inclusive o castelo, hoje fazem parte do Instituto Ricardo Brennand, que está à disposição do público desde 2008.

São Jerônimo. século XVIII

Um dos destaques na abertura da instituição foi a vinda das telas do pintor holandês, Albert Eckhout, que retratou o que viu no Brasil no século 17: a flora, a fauna, o povo e a cultura de Pernambuco. Os quadros de Eckhout jamais deixaram o Museu Nacional de Copenhagen, na Dinamarca, em 350 anos. Hoje, o Instituto mantém o acervo do nerlendês, Frans Fost. O primeiro artista a pintar panorama nas Américas, a serviço de Maurício de Nassau, segundo Wikipédia

Retrato de Franz Post
12 de novembro de 2020

Paixão pela arte juntou tudo misturado e hoje é acervo muito interessante

Não importa que é tudo junto e misturado. O que importa é paixão pela arte que inspirou o empresário e colecionador Ricardo Brennand a criar seu […]
28 de fevereiro de 2019

Carnaval no Brasil é antes de tudo manifestação cultural

Não me canso de explicar para quem nunca viveu no Brasil,  que o nosso Carnaval não se resume apenas no desfile de escolas de samba do […]
29 de agosto de 2018

O legado de Francisco Brennand

É monumental o legado artístico do pernambucano Francisco Brennand para o Brasil. Visitar a Oficina Brennand,instalada nas terras do Engenho Santos Cosme e Damião, no Bairro […]
8 de julho de 2015

As Cores do Sagrado: legado de Carybé para o Brasil

O artista argentino Carybé (1911-1980) deixou um legado precioso para o Brasil: a história do Candomblé da Bahia contada com cores e arte em 128 aquarelas. […]